PONTES: inclusão social e economica, jovens e mulheres, innovação e diasporas

Economia Social
Jovens
Mulheres
Migrantes
Projeto implementado pela:
Parceiros do projecto: Ministero dell'Interno (donatore) - ARCS Arci Culture Solidali (capofila) - AIDOS - CIES ONLUS - CIM ONLUS - CIPSI - Associazione volontari Dokita - Eurosapienza - GMA Gruppo Missioni Africa ONLUS - Associazione MIcrofinanza e sviluppo - Non c’è Pace Senza Giustizia - Oxfam Italia - FAST – Federazione delle Associazioni Senegalesi del Triveneto Associazione Amici dell’Etiopia ONLUS AMMI – Associazione Multietnica dei Mediatori Interculturali - AST – Association des Sénégalais de Turin de retour au Sénégal La Palabre CoopCim – Coopérative Sociale Coopération Internationale et Migration - REST – Relief Societ of Tigray WISE – Organization for Women in Self Employment Oxfam Great Britain - Soddo Zuria - Woreda Women and Children Affair office
Anos: 2017
Budget: 2.650.000 €
Tipo de intervenção: Assistenza tecnica, Formação
Destinatários: 2.000

Acções-chave do projeto

“PONTES” è um projeto de desenvolvimento que Coopermondo, juntamente com outros parceiros – organizações das diásporas, sociedade civil, instituições senegalesas e etíopes, ONGs que trabalham diretamente no territorio, universidades e organismos de investigação e formação, organizações especializadas em micro-finanza – desenvolverá em dois países, Senegal e Etiópia, a fim de combater as causas profundas da migração.

O projeto, que está atualmente em uma fase de arranque, tem como objectivo promover a aquisição de competências por parte dos grupos mais vulneráveis ​​(mulheres e as gerações mais jovens) e estimular o desenvolvimento de micro-empreendedorismo em sectores económicos sustentáveis ​​e de elevado valor acrescentado (agricultura, energia renovável, eco-construção, artesanato, etc.), contribuindo para o desenvolvimento sócio-económico dos países.

Numa perspectiva de co-desenvolvimento, o projecto visa reforçar o papel das diásporas senegaleses e etíopes em Itália, tais como promotores do desenvolvimento económico dos países de origem, ajudando a reforçar as suas competências e canalizar os seus investimentos em atividades de geração de renda e oportunidades de emprego nos países de origem.

Entre os resultados que o projeto pretende alcançar:

  • Mais de 2.000 beneficiários treinados, dos quais metade são mulheres
  • Pelo menos 200 empresas individuais ou cooperativas acompanhadas em assistência técnica, apoio em espécie, apoio de mercado e marketing
  • 60 novas micro-empresas geradas 
  • 10 projectos de investimento das diásporas nos países de origem

Outros projetos no mesmo setor