Tag: emergenze

Solidariedade com as cooperativas colombianas: desastre de Mocoa

Piogge violente hanno colpito la zona di Mocoa, nel dipartimento di Putomayo (sud-ovest della Colombia), provocando valanghe e allagamenti, nella notte tra il 1 e 2 aprile. Le vittime sono 311, di cui 100 bambini. Le autorità locali hanno consegnato 237 corpi alle famiglie, il che significa che ci sono ancora 75 corpi dispersi.
Il dipartimento di Putumayo confina con il Cauca, dove Coopermondo porta avanti il progetto AGRICOOP Colombia e AGRICOOP Mujer e Mocoa dista poco più di 250 km da Popayàn, città principale del Cauca. Coopermondo esprime cordoglio e solidarietà al suo partner locale la Confederación de Cooperativas de Colombia – Confecoop, che ha chiamato all’azione tutto il movimento cooperativo colombiano e internazionale: Coopermondo sente il dramma molto vicino e si impegna ad essere in prima linea per offrire la propria cooperazione.
Sulla base del sesto principio cooperativo – cooperazione tra cooperative – Confecoop Colombia promuove una raccolta fondi da destinare al recupero delle cooperative domiciliate a Mocoa. Si vuole così contribuire alla normalizzazione dell’operatività delle stesse che garantiranno servizi e attenzioni alle migliaia di associati e alle loro famiglie. La raccolta di risorse economiche ha il fine di garantire la stabilità e la permanenza delle cooperative della regione che associano oltre 14.000 persone: una volta superato il momento di emergenza dovuto alla valanga, si valuterà  la situazione delle cooperative e, in base alle risorse ricevute, si stabiliranno i progetti e le azioni di impatto da eseguire.

Chi avesse la possibilità può fare una donazione a Coopermondo con un bonifico:
IBAN: IT26A0832703235 000000002903   presso BCC di Roma
Causale: “Solidarietà con le cooperative di Mocoa, Colombia
oppure ONLINE utilizzando PayPal




Sarà nostra cura tenere informati i donatori circa l’utilizzo dei fondi raccolti da parte di Confecoop.

Solidariedade cooperativa, terremoto no centro da Italia: como ajudar!

A noite de quarta-feira, 24 agosto, o centro da Itália tremulou causando cerca de 250 vitimas e destruindo cidades inteiras. Coopermondo se junta a Confcooperative em expressar a sua solidariedade e proximidade a todos os povos, aos cooperadores e colaboradores dos municípios atingidos pelo terrível terremoto que trouxe morte, destruição e terror nas regiões de Lazio, Úmbria e Marche.
Confcooperative decidiu activar uma conta bancária dedicada para ajudar as cooperativas associadas que sofreram danos e as famílias dos colaboradores envolvidos.
Aqui o motivo e as coordenadas da conta bancária a que você pode fazer referencia para contribuir à situação de emergência e à reconstrução:
Banco: BCC ROMA    Motivo: “Popolazioni colpite dal Terremoto del Centro Italia del 24 agosto 2016”
IBAN: IT 62 T 08,327 03221000000004711    Código Swing: ROMAITRR
As notícias que chegam das cooperativas associadas nas áreas afetadas não são muito reconfortantes. Uma analises preliminar, ainda muito difícil de fazer, mostra uma imagem dramática e de grande preocupação para as muitas pessoas envolvidas e para os muitos que ainda estão desaparecidos. A área mais afetada, mesmo do ponto de vista da população, é a província de Rieti.
Em respeito à área mais afetada da província de Rieti, com o acordo do Presidente da cooperativa Velinia, Aurelio Saulli, foi aberto um ponto de coleta para as necessidades básicas.
Podemos, portanto, referem-se à cooperativa Velinia para enviar ajuda material e será, então, a cooperativa, em coordenação com a protecção civil e em concertação com os prefeitos locais, a classificar os produtos de acordo com as necessidades, tentando abranger também fracções menos alcançadas por alívio.
A seguir estão as referências da cooperativa Velinia:
Velinia COOPERATIVA
Via della cooperazione 2 – Borgo Velino (RI)
Tel: 0746 578329 Fax: 0746 580335 E-mail: info@coopvelinia.com
Pres. Saulli Aurelio +39 393 5447848
Os gêneros mais necessitados são:

  • Alimentos (de LONGO ARMAZENAMENTO): pasta, alimentos enlatados, leite longa vida, biscoitos, farinha, água, pratos, talheres e copos de plástico e guardanapos.
  • Crianças: leite em pó, roupas, cremes, toalhetes, fraldas, homogeneizado, chupetas, mamadeiras e brinquedos;
  • Produtos de higiene: sabonete, pasta de dentes, escovas de dentes, toalhas, guardanapos sanitários para mulheres, roupões de banho, sandálias de plástico;
  • Produtos de linho: lençóis, cobertores, sacos de dormir;
  • Tênis: calçados para homens, mulheres e crianças

Precisamos a ajuda de todos. Obrigados pelo que você pode fazer!